Dimensões de Pedagogia no Ensino Superior


Evento da 1ª Edição

O objetivo desta formação é sensibilizar os docentes do ensino superior (ES) para a melhoria de diversos aspetos das práticas na sala de aula, numa perspetiva de melhoria das aprendizagens, visando o sucesso académico de todos os estudantes. Duração: 2 horas Vagas: 30


  • Data: 29-09-2020 14:30
  • Localização: Evento Online

Descrição

O objetivo desta formação é sensibilizar os docentes do ensino superior (ES) para a melhoria de diversos aspetos das práticas na sala de aula, numa perspetiva de melhoria das aprendizagens, visando o sucesso académico de todos os estudantes. Pretende-se estimular a reflexão sobre: (1) abordagens metodológicas incluídas na designação geral de “métodos ativos”, valorizando-se a implementação de práticas centradas no trabalho dos estudantes; (2) o domínio da Língua Portuguesa nas dimensões da oralidade e da escrita académica, que é transversal às aprendizagens no ES. Em concreto, discute-se a estruturação linguística de enunciados de testes e de outros instrumentos de avaliação; (3) o desenvolvimento de práticas de avaliação (o feedback), a autoavaliação e coavaliação e as relações entre a avaliação das aprendizagens e para as aprendizagens; (4) o portefólio digital como um instrumento vocacionado para a construção de uma narrativa reflexiva do percurso de aprendizagem, permitindo o desenvolvimento de competências digitais, aumentando a acessibilidade e a visibilidade do desempenho do estudante, sem restringir a sua discussão a espaços presenciais de encontro.

 Inscrições


Mini Biografia
Ana Luísa Costa
Professora adjunta da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal. Doutorou-se em Linguística, na especialidade Linguística Educacional, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em 2010. Foi bolseira de pós-doutoramento no Projeto Post Scriptum: Arquivo digital da escrita quotidiana em Portugal e Espanha na época moderna, do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa (CLUL), financiado pelo European Research Council. Integra o CLUL, como investigadora, desde 2011. Licenciou-se em Estudos Portugueses e Espanhóis e concluiu o Ramo de Formação Educacional na FLUL em 1996.
É cocoordenadora da Licenciatura em Educação Básica. Lecionou disciplinas de Linguística e de Didática da Língua em diferentes instituições de ensino superior e foi colaboradora do Gabinete de Avaliação Educacional. É autora e coautora de publicações sobre desenvolvimento linguístico e didática da língua.

Jorge Pinto
Doutorado em Estudos da Criança pela Universidade do Minho. É Professor Coordenador na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal. É coordenador do Mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico e do Mestrado em Gestão e Administração de Escolas. Tem trabalhado em diversos Projetos de Formação, destacando-se o Projeto de Conceção e Apoio ao Desenvolvimento dos Cursos de Bacharelato de Formação Inicial de Professores do Ensino Técnico Profissional, envolvendo as Universidades Agostinho Neto e José Eduardo dos Santos e os ISCED de Luanda e Huambo.
A Avaliação Formativa é uma das suas de interesse em termos de investigação, tendo inúmeras publicações quer em termos nacionais quer internacionais. É membro integrado do CIEC – Universidade do Minho.

Leonor Saraiva
Professora adjunta aposentada da Escola Superior de Educação de Setúbal. É doutorada em Educação, especialidade Didática das Ciências, pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa e investigadora do Grupo ESSA – Estudos Sociológicos da Sala de Aula, desde 2009. É licenciada em Biologia, Ramo Educacional, pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e mestre em Metodologia do Ensino das Ciências pela Escola de Educação da Universidade de Boston (EUA).
Colaborou na conceção e realização de vários cursos, projetos e programas, de âmbito educacional, nas áreas do desenvolvimento curricular e da formação de professores de ciências. É autora e coautora de publicações em aprendizagem na sala de aula, formação de professores e educação científica nos primeiros anos de escolaridade.

Maria do Rosário Rodrigues
Possui doutoramento em Multimédia em Educação pela Universidade de Aveiro e é Professora Coordenadora na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (ESE/IPS).
O seu trabalho é orientado para o estudo e exploração das vantagens e desafios da utilização das tecnologias digitais como meios promotores de aprendizagens. Neste sentido, tem coordenado e participado em diversos projetos de investigação e de formação, nacionais e internacionais, orientados para professores e alunos dos vários níveis de ensino.

Apresentação/outros documentos