Desculpe, o registro terminou.

Horário: 14h30 - 16h30 (Portugal Continental) | Duração: 2H | Vagas: 40 Numa abordagem Problem-Based-Learning (PBL) os estudantes partem de problemas reais/realistas, elaborados pelo professor, que constituem o elemento motivador de um processo de aprendizagem auto-orientado. O problema surge no início do processo e os estudantes analisam-no, exploram o conhecimento que possuem e identificam o que necessitam, avaliam possíveis ações, elaboram e argumentam sobre a sua ideia-solução. Nesta sessão discutem-se alguns aspetos sobre o “para quê” e o “como” do PBL. Pretende-se dar um maior foco à questão da elaboração do problema, como elemento crucial no desenvolvimento de abordagens PBL (adequação do problema aos objetivos de aprendizagem e competências a desenvolver, características do problema, rubricas para avaliar a qualidade do problema).


  • Data: 03-02-2022 14:30
  • Localização: Evento Online

Descrição

Horário: 14h30 - 16h30 (Portugal Continental) | Duração: 2H | Vagas: 40

Numa abordagem Problem-Based-Learning (PBL) os estudantes partem de problemas reais/realistas, elaborados pelo professor, que constituem o elemento motivador de um processo de aprendizagem auto-orientado. O problema surge no início do processo e os estudantes analisam-no, exploram o conhecimento que possuem e identificam o que necessitam, avaliam possíveis ações, elaboram e argumentam sobre a sua ideia-solução.

Nesta sessão discutem-se alguns aspetos sobre o “para quê” e o “como” do PBL. Pretende-se dar um maior foco à questão da elaboração do problema, como elemento crucial no desenvolvimento de abordagens PBL (adequação do problema aos objetivos de aprendizagem e competências a desenvolver, características do problema, rubricas para avaliar a qualidade do problema).

Biografia da formadora:

Teresa Gonçalves é docente na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo desde 1998, integrada no grupo disciplinar de Educação e Formação de Professores, sendo atualmente pro-presidente para a área da Inovação Pedagógica. Tem um doutoramento em Psicologia pela U.P. e é investigadora no Centro de Psicologia da mesma universidade, onde desenvolve investigação no domínio da motivação académica. Tem participado em projetos ligados à área da educação que envolvem a promoção e avaliação de competências transversais dos estudantes, nomeadamente a criatividade e pensamento crítico, a cidadania global e o trabalho colaborativo.